segunda-feira, novembro 28

Acesso à informação: diferentes modalidades

Estive recentemente envolvida na realização de uma comunicação que analisou diferentes videojogos enquanto veículos de ideologias, tanto ao nível de conteúdo como de gameplay. Dados como estes:

"Em Portugal, segundo dados facultados através Internet pelo Gabinete de Informação e Avaliação do Sistema Educativo (GIASE, 2005), no ano lectivo 2004/2005, no ensino não superior público e privado, existiam 1661516 alunos matriculados, 183267 docentes e 120411 computadores na escolas, das salas de aula aos serviços administrativos, dos quais 84985 possuíam ligação à Internet. "

"Em 2005, a Sony anunciou ter vendido em Portugal cerca de 500 mil unidades da sua consola de jogos Playstation 2, uma das várias consolas actualmente disponíveis no mercado português."

(dados disponíveis aqui: http://mundo-persistente.blogspot.com/)
fizeram-me pensar MUITO enquanto profissional de educação mas também enquanto investigadora.

Por um lado, questiono-me sobre como articularão as pessoas informações provenientes de videojogos, aulas, TV, conversas, pesquisas na Net, etc. sobre um mesmo tópico. É que nos videojogos "vivem-se" as situações sobre as quais se conversa, se estuda, se lê. Conhecendo as teorias da aprendizagem... essa experiência situada é a mais provável de provocar aprendizagem. Teremos capacidade de deslegitimar o conhecimento assim construído só com base na desconstrução do meio pelo qual foi acedido? Em que situações cada indivíduo mobiliza os diferentes conhecimentos, se assumirmos que podem existir em paralelo? ...

Por outro lado, deu-me para o disparate e, inspirada nas desventuras do Pilled Higher and Deeper e na desgraça do Tamatipico, pensei: se houvesse um jogo sobre teses, que retrato daria do nosso empreendimento??? E quem o jogasse sentir-se-ia mais ou menos inclinado a iniciar o seu percurso por estes meandros?

sexta-feira, novembro 25

Percursos documentados

Mais uma TET que vai dando conta do seu percurso.... A Teresa criou o seu blog para "Relato dos pequenos passos, das etapas, que conduzirão à [sua] Tese de Mestrado em Ciências de Educação (Tecnologias Educativas)."