segunda-feira, dezembro 19

Comunidade de Informação com Newsletter

Desde que o blog a “A Informação” apareceu que tenho vindo a acompanhar, com muito agrado, a sua evolução. Tal como a iniciativa de criar o espaço TET pretendia dinamizar uma comunidade interessada nos estudos de informação, outros existem que têm vindo a tornar visíveis os trabalhos desenvolvidos nesta área.

Essa visibilidade, em grande parte, possivel através dos discursos enunciados nos blogs, tem vindo a dar lugar à formação de uma comunidade que chamaria de latente. Sempre senti que só juntando esforços, reunindo pessoas com as mais diversas opiniões e olhares sobre o objecto informação, será possível desenvolver a nossa área e as restantes :-)

São paixões que nos movem e nos fazem querer partilhar para construir novas soluções, novas abordagens, apenas possíveis quando se identificam competências, criando um espaço comum que facilite a troca, o fluir das conversas, a interacção.

A ideia de criar uma comunidade sobre a temática da informação em Portugal parece cada vez mais próxima. De pequenos clusters que foram sendo identificados por uma mão cheia de blogs, surge agora uma newsletter, iniciativa do blog a informação, para unir os olhares em torno de um mesmo objecto, conforme a mensagem enviada pelo Paulo Sousa:

A ideia é criar uma rede de blogs e sites que estão ligados à área da informação e que queiram divulgar esta iniciativa, sendo estes listados no blog e na própria newsletter. Hoje é o blog “A Informação” que leva por diante esta iniciativa, amanhã poderão ser outros, e, se colaborarmos em conjunto, podemos criar uma rede dinâmica na divulgação das diversas iniciativas que vão ocorrendo pelos blogs relacionados com bibliotecas, arquivos, documentação ou, simplesmente, que abordam questões associadas aos profissionais da informação ou à própria informação.

Para subscrever esta newsletter (ver mais aqui e aqui) basta que enviem uma mensagem para o Paulo onde podem também fazer propostas para contribuição de artigos e temáticas a serem abordadas.

Sem comentários: