quinta-feira, dezembro 28

Recursos

Oral history studies, new thematic guide:
"Oral history is a method which records and explores the biographical accounts people give of their own lives and those of their preceding generations. Oral history projects allow for the importance of individual stories to be understood as a part of a wider social context."
ERPA -- European Research Papers Archive:
"ERPA's aim is to provide a common access point for the online working paper series of the participating institutions in order to help researchers in the field of European Integration studies searching the growing number of working papers now available in the internet. ERPA is confined to high quality series in order to guarantee high standards."

sexta-feira, dezembro 22

Portanto, podem deixar o laptop em casa...

... e dedicar o tempo à quadra (e sem remorsos)!
Feliz Natal a todos (TETs, familiares de TETs, amigos de TETs, consciências de TETs e todos os que de alguma forma estejam em contacto com a espécie TET ;-)

quinta-feira, dezembro 14

O nosso espaço já migrou :-)

Finally - Moving all blogs to Beta.Blogger

Lembram-se das mensagens sobre migração deste blog?

Pois bem, já estamos «migrados» e está na hora de voltarmos a ter de volta os TETs que faziam parte deste blog... e outros que queiram ser adicionados como TETcolaborador :-D

terça-feira, dezembro 12

WebCite

O WebCite (diferente do cache Google, do DOI, Wayback Machine) permite criar e manter o registo de fontes web citadas em artigos, sobre a forma de arquivo permanente, sendo livre a sua utilização por académicos, estudantes e investigadores:
"(...) is a tool specifically designed to be used by authors, readers, editors and publishers of scholarly material, allowing them to permanently archive cited Internet references. It is used by an increasing number of authors and journals to ensure future availability of cited webreferences for scholars reading the citing article in 1, 3, 5 or 10 years from now."

domingo, dezembro 10

[recursos] Teorias utilizadas em Sistemas de Informação

Disponibilizadas pela Associação para os Sistemas de Informação (AIS), Theories Used in IS Research:
"Click on a linked theory name below to find details about the theory, some examples of IS papers using the theory, and links to related sites—or search above for theories by keyword. Please contact the editors if you would like to summarize a theory, add to the information already present, correct errors, or suggest additional theories for the list. All accepted contributions will be acknowledged in the summaries."
Podem encontrar teorias bem conhecidas de outras áreas de investigação (psicologia, educação, comunicação, sociologia da técnica, informação, etc.) por isso não desprezem este recurso só porque é disponibilizado no âmbito dos Sistemas de Informação ;-)

sábado, dezembro 2

Bolsas FCT e Equiparação a Bolseiro para funcionários da AP

Decreto-Lei nº 272/88, de 3 de Agosto - Regula a equiparação a bolseiro em território nacional para funcionários e agentes da Administração Pública [para o caso de equiparação a bolseiro fora do país, ver Decreto-Lei nº 282/88, de 23 de Agosto]:
Artigo 1.º

1. Aos funcionários e agentes do Estado e das demais pessoas colectivas de direito público poderá ser concedida a equiparação a bolseiro no País, quando se proponham realizar programas de trabalho e estudo, bem como frequentar cursos ou estágios de reconhecido interesse público.
2. A autorização referida no número anterior não poderá ser concedida para a realização de programas de trabalho e estudo, cursos ou estágios, com duração inferior a três meses.

Artigo 2.º

1. A equiparação a bolseiro caracteriza-se pela dispensa temporária, total ou parcial, do exercício das funções, sem prejuízo das regalias inerentes ao seu efectivo desempenho, designadamente o abono da respectiva remuneração e a contagem de tempo de serviço para todos os efeitos legais.
2. A equiparação a bolseiro é temporária e não dá origem à abertura de vaga, podendo, no entanto, o respectivo lugar ser preenchido em regime de substituição nos termos gerais, no caso de se tratar de cargos dirigentes.

Artigo 3.º

1. Compete ao membro do Governo responsável pelo sector, mediante requerimento do interessado e parecer da unidade orgânica em que este está integrado, autorizar, com faculdade de delegação, a equiparação a bolseiro, mediante despacho que fixará a respectiva duração, condições e termos.
2. A autorização de equiparação a bolseiro é revogável a todo o tempo, com fundamento no incumprimento das obrigações a que ficou sujeito o equiparado.
3. O despacho que concede a equiparação a bolseiro será objecto de publicação na 2.ª série do Diário da República, quando envolva dispensa total do exercício das respectivas funções ou seja concedida por período igual ou superior a seis meses.
[ver exemplos de despacho de equiparação a bolseiro por 3 anos, no Diário da República, outro por 2 anos do Ministério dos Negócios Estrangeiros, despacho de prorrogação de equiparação a bolseiro do Instituto do Consumidor, I.P.]

Para quem seja agente ou funcionário da Administração Pública, é necessário ter equiparação a bolseiro por forma a poder beneficiar de Bolsa concedida pela FCT, segundo esclarecimento da FCT e de acordo com o Estatuto de Bolseiro - Lei Nº 40/2004, de 18 de Agosto - que implica regime de dedicação exclusiva durante o tempo de concessão da bolsa. O contrato só poderá ser celebrado quando for feita prova de que se preenchem esses requisitos.

Ver também forum.bolseiros.org:
"No Artigo 14º, ponto 2, do Regulamento de Bolsa pode ler-se: “Os bolseiros que continuem a auferir a remuneração decorrente do vínculo contratual têm direito a um subsídio de manutenção mensal no país ou no estrangeiro conforme previsto neste regulamento, ou à diferença do subsídio de manutenção mensal auferida em resultado do vínculo contratual, deduzido o IRS, conforme a situação mais favorável para o bolseiro.” "

segunda-feira, novembro 27

TET de Sociologia

A Rute, do blog Frente e (re)Verso, está na fase de tratamento de dados para a sua tese de mestrado sobre “Narrativas de Literatura para a Infância ao Longo de Três Gerações ...”.
Também colabora no blogs de prática pedagógica, que "pretende registar uma experiência de utilização de blogs no âmbito das disciplinas de prática pedagógica de uma licenciatura em Educação de Infância".

domingo, novembro 26

Encontrar mais TETs

Sociedade das Teses Vivas:
"(...) SOCIEDADE DAS TESES VIVAS! A 'sociedade' é um fórum para todos aqueles que estão a trabalhar numa tese, seja ela de monografia, de mestrado ou de doutoramento. Também são bem-vindas as pessoas que estão a pensar em começar e aquelas que já terminaram."

sábado, novembro 4

Notícias sobre a migração do espaço TET

Segundo as últimas notícias, parece que a possibilidade de migrar o nosso espaço TET para a nova plataforma (assim como para os restantes utilizadores) está para muito, muito breve! Espero bem que sim pois tenho estado a sentir muita, muita falta dos restantes TETs:

"Most importantly, the addition of FTP to the beta means that account migration will soon (like Really Really Soon) be available to all Blogger users - it's currently just enabled for blogspot users. Thank you all for your patience with the recent outages and networking problems - they'll soon be a thing of the past!" [ver restantes novidades]

quinta-feira, outubro 26

desafios no tempo

Como muitos outros TETs que têm partilhado este espaço, também acumulo trabalho a tempo inteiro com o desenvolvimento da tese. Talvez por isso tenha achado tão bizarro o que o o Paulo Matos escreveu. The Minority Blog view on PhD:
"(...) you have bunch of years just for you to work, with no schedules, no limits, etc, on something you really like is just absolutely awesome. I do recommend it!"
Tenho mesmo que me tornar especialista e descobrir vias alternativas de gerir o tempo nesta fase de vida. Quanto ao gozo de testar e de colocar à prova os nossos próprios limites, concordo totalmente.

domingo, outubro 15

Ajuda do Blogger : Why can't I switch to Blogger in beta?

Aqueles que por aqui possam ter passado (os que não utilizam RSS para ler este blog), poderão ter notado que das pessoas que colaboram neste espaço (o Fred, a Maria, a Prof. Teresa, a RC e Mónica), apenas se visualiza uma, neste momento.

Esta situação temporária é devida a uma tentativa para melhorar as funcionalidades deste espaço: andei a indagar o porquê de não podermos migrar para o novo beta.blogger.com, com muito mais funcionalidades, entre elas a possibilidade de categorizar as entradas, e descobri que se devia ao facto de ser um blog com vários colaboradores:

Ajuda do Blogger : Why can't I switch to Blogger in beta? "While the new version of Blogger is still in beta, some users with certain types of blogs will not be able to switch to it. We'll be adding support for these blogs as soon as possible, so everyone can join in the fun. But for now, if you have any of the following on your account, you'll need to hold off for a bit:

* A blog publishing via FTP to a non-BlogSpot server.
* A blog with a Plus upgrade (we stopped offering this upgrade a couple years ago, so this will not affect many people).
* A team blog.

Note that, even if your blog is eligible to switch, you may not have the link to do so on your dashboard. We are starting out by just switching over a limited number of accounts, but we'll add more and more as time goes on. However, if you still want to try out Blogger in beta, what you can do is to visit beta.blogger.com and create a new account. Later on, you'll be able to merge this account with your original Blogger account.

Thanks for your patience, and we promise it will be worth the wait!"
Também espero que seja breve pois já sinto a falta de todos os contributos.

PS - Enviei uma mensagem para o email que me tinham fornecido para todos os que aqui colaboram. Caso tenham trocado de email, podem aqui deixar uma mensagem ou então enviar uma menagem para o email que está associado ao meu perfil (ali no cantinho lateral direito).

quarta-feira, agosto 30

Workshop Comunicar a Ciência 2006



Data: 27 a 30 de Setembro

Local: Instituto de Biologia Molecular e Celular ; Rua do Campo Alegre, 823—Porto

Participantes: 16 cientistas/investigadores

Objectivos:

- Dar a conhecer aos investigadores os meios à sua disposição para a comunicação do seu trabalho: escrita, meios audiovisuais, internet;
- Tornar os cientistas mais eficientes na comunicação (escrita e falada), com o público e com os media;
- Motivar e dar ferramentas aos investigadores para serem mais pró-activos na realização de actividades de comunicação de ciência com o público e com os media;
- Dar a conhecer aos investigadores o funcionamento dos media de forma a desdramatizar a interacção entre os cientistas e jornalistas;
- Dar a conhecer aos investigadores as várias perspectivas e correntes de pensamento internacionais em relação à comunicação de ciência e à literacia científica.


Inscrições

Custo: 100 €

A inscrição cobre almoços e cafés. A organização não cobre despesas de jantar, alojamento ou deslocações dos participantes.

Para se candidatar preencha o formulário de candidatura até à data limite de 5 de Setembro.


Organização Geral:

Ana Godinho Coutinho (Stem Cell Research, Edinburgo, Reino Unido)
Mónica Bettencourt-Dias (Cambridge University, Reino Unido)
Sofia Jorge Araújo (Instituto de Biologia Molecular de Barcelona, Espanha)

Organização local

Júlio Borlido Santos (Instituto de Biologia Molecular e Celular)
Rita Portela (Instituto de Biologia Molecular e Celular)


Para mais informações contacte:info@comunicar-ciencia.org ou visite o site

sexta-feira, agosto 25

FCT - Resultados a serem comunicados hoje

Segundo comunicado no site da FCT:
"DIVULGAÇÃO DAS PROPOSTAS DE DECISÃO

Todos os candidatos, ao concurso de Bolsas de Investigação em C&T de Março/Abril de 2006, serão hoje notificados por e-mail das propostas de decisão relativas aos seus processos de candidatura.

A esta proposta de decisão e após o período de 10 dias úteis em que os candidatos podem, se assim o desejarem, formular os comentários que considerem convenientes, seguir-se-á a decisão final da FCT que será comunicada por escrito.

FCT, 25 de Agosto de 2006

O Conselho Directivo da FC"

domingo, agosto 6

[eventos] Sociedade da Informação em Setembro

II Encontros de Alcobaça / Sociedade da Informação - 20 a 22 de Setembro, no Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra - CEIS 20:
Os II Encontros de Alcobaça/Sociedade da Informação, desta feita dedicados aos Testemunhos Orais e à preservação da Memória Digital, realizam-se no Centro de Estudos de Alcobaça da Universidade de Coimbra, de 20 a 22 de Setembro de 2006.

Estes II Encontros de Alcobaça/Sociedade da Informação pretendem abordar, de modo sistemático e com base na análise de casos concretos, os seguintes temas principais:
  • Recolha de testemunhos vivos como fontes para a compreensão do passado
  • Conservação, descrição e classificação de registos sonoros de testemunhos
  • Preservação e recuperação da informação digital

sexta-feira, agosto 4

Contributo para a dinamização de Museus...

... que pode ser replicado noutros espaços museológicos ou de exposição.

Joaquim Manuel Castelo Ramos (2006). Auto-Organização em Sistemas de Sinais. Tese de Mestrado em Design, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Arquitectura [disponível em pdf]:

"Em vez do percurso dirigido (com objectivos didácticos precisos) ou percurso livre, poderemos ter o percurso por emergência (com objectivos didácticos variáveis consoante o público) baseado num sistema que conserve informações deixadas pelos visitantes passados e que transmita essa informação aos visitantes futuros. A comunicação entre os elementos participantes é efectuada de forma indirecta através de uma espécie de campo de feromona, que possibilita a construção de um percurso singular, mas dependente do histórico do conjuntos das interacções."

"O sistema de sinais aqui proposto é constituído por um conjunto de dispositivos de interacção, que suportam a ideia dos semioquímicos utilizados pelas formigas para fazer emergir o omportamento colectivo. (...) adapta-se de acordo com a interacção dos utilizadores, proporcionando um conhecimento emergente do espaço e dos conteúdos, sem pré-determinismo, por meio da activação de associações entre os conteúdos de uma forma não linear."


Para quem está a conceber instrumentos para recolha de dados, vale a pena ver com atenção a secção de Anexos da Tese, nomeadamente o anexo para registos de observação no Museu em que teve lugar o teste (Museu Nacional de Arte Antiga).

domingo, julho 30

Resultados Bolsas FCT em Agosto

Ontem o nosso espaço registou um pico de visitas. Fui dar uma espreitadela às «pegadas» e descobri que era por causa de umas listas com os resultados provisórios das bolsas FCT para este ano (2006). Parece que escaparam das fronteiras organizacionais e rápidamente começaram a ser divulgadas em diversos locais.

Uma vez que não são dados oficiais finais, parece-me que divulgar aqui algumas das listas que se encontram disponíveis poderá apenas ajudar a criar falsas expectativas. Desde que entreguei a minha candidatura que sei (pela informação disponível na FCT e por informação que me foi prestada no acto da entrega da candidatura) que o prazo eram 90 dias úteis a contar da data final (que relembro, foi extendida). Ou seja, os resultados irão sair até ao final do mês de Agosto e serão afixados no portal da FCT.

PS - Segundo informação prestada pela Administração do Forum da ABIC, as listas encontravam-se disponíveis após autenticação pelos bolseiros na sua área da FCT. Não houve portanto fuga de informação mas sim um erro.

tópico para tese

O Professor Tom Wilson esteve a fazer o levantamento do número de citações que os artigos publicados na Information Research (IR) recebem no Google Scholar (GS), tendo encontrado uma relação de 352 (IR) para 1 (GS):
"Does anyone have a student looking for a dissertation topic? - all the data are there in the search and in the hit records on the papers. It would be nice to say to authors, 'For every 'x' hits on your paper you are likely to get a citation recorded by Google Scholar', and suddenly the virtue of publishing in free, open-access journals becomes evident :-)"
Seria interessante também fazer este tipo de comparação com outras revistas científicas de livre acesso.

terça-feira, julho 4

Doutoramento - a odisseia de uma fase de vida

Penso que interesa a todos os TETs o resultado do estudo exploratório de Emília Rodrigues Araújo, do Departamento de Sociologia, do Instituto de Ciências Sociais, da Universidade do Minho, disponível em livro a ser lançado em Lisboa no dia 7 do 7 (sexta-feira), às 17:00, na Livaria Colibri (situada na FCSH, da Universidade Nova de Lisboa) , e em Braga no dia 14 de Julho, às 21:30, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.

Resumo: "Este livro baseia-se numa pesquisa exploratória e versa o modo como se fazem doutoramentos em Portugal. Nele, a autora procura mostrar por que razões as pessoas tendem a interpretar o doutoramento comouma "fase".

A partir de uma interpretação sobre as várias formas de perceber e de usar o tempo, a autora alicerça-se numa pesquisa junto de doutorandos de diversas áreas disciplinares e procura mostrar quais os principais dilemas que se colocam no decurso do doutoramento. Nesse âmbito, apresenta, de forma esclarecedora, a influência de vários factores, como a área científica, o género e a idade sobre o desenrolar do doutoramento. Fornece também algumas indicações estratégicas aos doutorandos sobre vias alternativas de gerirem o tempo e o espaço durante esta fase de vida." [negrito assinalado por mim]

sexta-feira, junho 9

Tutorial - gerir a nossa informação

Às vezes é bom relembrar aquelas técnicas esquecidas (ou que se esquecem) para ajudar a gerir o volume de informação que vamos acumulando durante o desenrolar da tese ;-)

O Online Information Literacy Tutorial, da Queensland University of Technology, está muito bem estruturado e divide-se em 6 módulos, que podem ser percorridos de forma autónoma:

Módulo 1: Determinar necessidades de informação
Módulo 2: Identificar e obter informação
Módulo 3: Avaliar a informação
Módulo 4: Gerir a informação
Módulo 5: Sintetisar e comunicar informação
Módulo 6: Usar informação adequadamente

sexta-feira, junho 2

TET na área de Tecnologia Educativa

A Sónia Cruz, de Viana do Castelo, para além de dinamizar diversos blogs de alunos, tem também o blog Caderno Diário:
"Este blog pretende ser um portfolio digital, no qual constarão pesquisas, comentários, registos, opiniões, links..., enfim, ferramentas para a elaboração da dissertação da tese de doutoramento na área de Tecnologia educativa, orientada pela Professora Doutora Ana Amélia Amorim Carvalho."

quarta-feira, maio 31

Debate sobre investigação - ciências sociais e humanas

Bem sei que amanhã é o dia mundial da criança, mas também vai ter lugar o debate «Da Investigação na Área das Ciências Sociais e Humanas», conforme informação de Rogério Santos, do blog Indústrias Culturais:
"Investigação em Portugal na Área das Ciências Humanas e Sociais, debate organizado pelo Centro de Estudos Anglo-Portugueses, dia 1 de Junho, às 15:00, Auditório 2, piso 3, Torre B, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (av. de Berna, 26)."

Critérios de avaliação para bolsas FCT

Para quem estiver interessado, podem conhecer os critérios de avaliação e os paineis de avaliação (por áreas) na secção de «Bolsas de formação avançada / Concursos» da FCT aqui... e depois esperar pelos resultados (segundo informação que recebi, serão conhecidos em Agosto).

Se alguém andar a precisar de ajuda...

... o Piled Higher and Deeper tem umas excelentes dicas:

terça-feira, abril 25

A ciência e a cidade

A Fundação Gulbenkian está a realizar um ciclo de debates intitulado A Ciência e a Cidade.
Já passou o dedicado a A Casa. O próximo é já a 19 de Abril, subordinado ao tema A Mobilidade. Seguir-se-ão, até ao final do ano, O Ócio, O Mercado, O Génio, A Alimentação, O Plano e O Risco.

João Caraça explica o mote da iniciativa:
A cidade, ponto de encontros e de desencontros, de partidas e de chegadas, mas também local de excelência da afirmação da cidadania e do florescimento cultural, foi-se tornando progressivamente no habitat da espécie humana, à medida que se caminha para o futuro. Nela ou nos seus arredores vive metade da população do mundo.

A ciência acompanhou esta evolução recente através da criação de novas tecnologias que facilitam a concentração de pessoas e de recursos, que criam e geram novos fluxos de ideias e de produtos. As cidades do futuro estão profundamente dependentes do esforço científico e da capacidade de o aplicar a condições de vida mais justas e solidárias: a ciência do século XXI será determinante para o pleno exercício da cidadania.

Deste modo, tudo o que move a cidade envolve a ciência e questiona o conhecimento científico. Mas as cidades não são todas iguais!
A abertura aos outros e ao mundo é a primeira condição da sustentabilidade. Esta atitude não escolhe capacidades - dos mais jovens aos menos jovens, todos são indispensáveis no processo de construção da Cidade Nova.

Os debates têm transmissão em circuito vídeo, sendo possível colocar questões em directo, através do mail cienciaecidade@gulbenkian.pt.

Os debates são comentados por pessoas de áreas bastante diversificadas (engenharia, a arquitectura, a gestão, a sociologia, a cozinha, a fotografia, o design, a filosofia, os ralis, a informática, a economia e a farmácia) e moderados por José Vítor Malheiros que tem no seu currículo:

- ser director do Publico.pt, o site web do jornal "Público",
- ter sido o editor responsável pela área da Ciência e Tecnologia do "Público",
- antes disso, responsável da secção de Ciência do semanário “Expresso”, e,
- durante oito anos (1986-1993), ter sido membro da direcção da Associação Europeia de Jornalistas de Ciência e Tecnologia.

Vale a pena a visita!

segunda-feira, abril 24

Texto sobre o tempo do doutoramento

A passagem do tempo de doutoramento: Tempos organizacionais e a vida em Stand By por Emília Rodrigues Araújo (era@ics.uminho.pt), disponível aqui, no RepositoriUM.

sábado, abril 8

Defesa de doutoramento

... em Portugal, no Reino Unido e na Filândia, segundo a experiência de Miguel Araújo.

sexta-feira, abril 7

Obrigada!

Olá! Quero agradecer a todos os participantes a oportunidade de escrever aqui.
Um abraço e votos de óptimo trabalho.

Boa Páscoa!


Teresa Pombo (
http://umpercurso.blogspot.com).

quarta-feira, abril 5

Luz ao fundo do túnel

Sintra 010
uploaded by monicaA.

Num país em que os discursos não reflectem as práticas, a motivação individual de cada um de nós torna-se ainda mais importante para tentar mudar o curso dos acontecimento e aquilo em que teimam os nossos gestores, ou por outra, políticos, em não reconhecer. Não basta dizer que se querem aumentar em 10% as cotas de doutorados em Portugal. E depois? Como pensam os nossos políticos reconhecer esse esforço?

A aposta (determinada) de cada TET, em aprofundar os seus conhecimentos e contribuir para o aumento de quadros qualificados nacionais, acumulando com tantas outras contribuições, não tem retorno a não ser na satisfação do próprio em ter conseguido.

Mas continuamos. Persistimos. Lutamos. Acreditamos que um dia será possível ter orgulho em ser TET em Portugal.

Força TETs :-)

quinta-feira, março 16

Portugal é o quarto país da Europa com mais mulheres investigadoras

Mais uma notícia encontrada no researchcafe.net:
Portugal é quarto país da União Europeia que emprega maior percentagem de mulheres cientistas no ramo da investigação, de acordo com um relatório do Eurostat disponível na Internet. O relatório, sobre Ciência e Tecnologia, apresenta dados estatísticos, relativos a 2003, sobre a percentagem de investigadores a trabalhar na área de I&D (Investigação e Desenvolvimento) na União Europeia entre o total de empregados desses países.
O estudo em causa "revela uma percentagem particularmente elevada de mulheres investigadoras nos países Bálticos - 53 por cento na Letónia e 48 por cento na Lituânia" - comparativamente aos homens.
No topo do ranking seguem-se a Bulgária, com 47 por cento, Portugal, com 44 por cento, e a Eslováquia, com 41 por cento. Luxemburgo, Alemanha e França ocupam os últimos lugares com uma baixa representação de mulheres investigadoras: 17 por cento, 19,2 por cento e 27,8 por cento, respectivamente. Em cerca de dois terços dos países europeus, a maior proporção de mulheres investigadoras trabalha no sector público, sendo que Portugal se encontra igualmente no topo no que respeita a esta matéria.
Em termos genéricos, o "site" destaca que o relatório do Eurostat revela que a Finlândia é o país da União Europeia com maior percentagem de investigadores em I&D. Em 2003, 3,11 por cento de todas as pessoas empregadas na Finlândia eram investigadores activos, uma percentagem bastante acima da média da Europa dos 25, situada em 1,44 por cento. Portugal encontra-se bastante abaixo da média europeia, com 0,86 por cento de investigadores entre o total de empregados do país, situando-se nesta matéria entre os últimos países.

terça-feira, março 7

Motor de busca de cientistas portugueses






Porquê um motor de busca de cientistas portugueses?

Apesar de ainda haver muito para fazer, a verdade é que Portugal está a fazer um investimento considerável na formação avançada de recursos humanos. Este esforço, que já começou há alguns anos, está a ter como resultado a formação de uma verdadeira rede de académicos portugueses espalhados pelos quatro cantos do mundo e inseridos nas melhores universidades. Muitas destas pessoas reconhecem o apoio que lhes foi dado e estão dispostas e interessadas em manter a ligação a Portugal, partilhando todo o conhecimento que até ao momento adquiriram. O Papaformigas.com é apenas uma ferramenta que tenta servir de interface desta rede. Este site é gratuito e foi desenhado para ser o mais funcional e simples possível.

Quem se pode inscrever no Papaformigas.com?

Qualquer licenciado, ou estudante em vias de se licenciar e com alguma experiência profissional (estágio, rotação num laboratório, etc.). O público alvo inicial é a comunidade científica juntamente com a comunidade académica no geral. Investigadores estrangeiros em Portugal são particularmente motivados a inscreverem-se!
Estudantes de licenciatura: este site é-vos particularmente dirigido e útil, para terem acesso a pessoas que vos podem informar sobre os próximos passos a dar. No entanto para maximizar o sucesso do motor de busca é necessário manter um elevado rácio de profiles com os campos "Descrição do Projecto actual" e "Curriculo Profissional" preenchidos, pelo que não são aceites profiles de estudantes de licenciatura com estes campos por preencher.

sexta-feira, fevereiro 17

Portugal joined Career.edu academic network

Info via "Depois do trauma"

Dear Professors and Graduate Students,
You can now submit your resume and publish academic positions free of charge on www.career.edu - a new network organized specifically for the international academic community. Portugal is a newest member of the network.
Career.edu is used in 26 countries by more than 400 leading research centers such as Stanford, Yale, Harvard, London School of Economics, Oxford, University of Vienna, University of Geneva, Australian National University, and many others to publicize various academic positions.
I would like to extend warm welcome to the Portugal's academic community!
Andreas Kasper, Ph.D.
Director - Europe
Career.edu
1201 N Orange Street
Wilmington, DE 19801
U.S.A.
Tel 1.302.613.4482 (EST)
Fax 1.302.613.4483
Email: akasper@career.edu
Web: www.career.edu

Abertura de Bolsas da FCT - Mestrado e Doutoramento

Via researchcafe.net:
"No dia 1 de Março, abrirá pelo período de um mês, até 31 de Março, o concurso de bolsas de mestrado e doutoramento. As bolsas a conceder no âmbito deste concurso deverão iniciar-se em Janeiro de 2007, podendo em casos verdadeiramente excepcionais ter início ainda durante 2006, mas nunca antes de 1 de Outubro."

sexta-feira, fevereiro 10

[evento] Workshop sobre Gestão de Tempo de Doutoramento

Acho que esta entrada da Maria merece um destaque mais alargado para todos os que estão processo de elaboração de tese. O Instituto de Ciências Sociais, Campus de Gualtar, da Universidade do Minho, vai organizar um Workshop sobre Gestão de Tempo de Doutoramento, nos próximos dias 7 e 8 de Abril:

"(...) visa promover o encontro de investigadores de renome que trabalharam aprofundadamente os processos doutorais, sendo capazes de fornecer indicações práticas preciosas para a intervenção, tanto por parte dos doutorandos, como por parte das entidades governativas."


Objectivos principais do workshop:

"1- Divulgar resultados de pesquisas realizadas sobre os processos de doutoramento

2- Abrir a discussão sobre as variáveis que afectam o desenrolar do doutoramento, considerando a existência de um conjunto de factores de ordem pessoal e organizacional.

3- Fornecer estratégias de intervenção individual e organizacional que possam ser usadas na resolução de obstáculos diversos que se colocam à realização atempada da tese de doutoramento."

segunda-feira, janeiro 30

[FAQ] Dúvida sobre língua utilizada para citações

Carlos Ceia, na secção intitulada «A redacção» afirma que:
"As citações em inglês, francês, espanhol ou italiano devem ocorrer na língua original, embora se possa optar por traduzi-las em nota. Parte-se do princípio universal que quer o seu autor quer todos os potenciais leitores da dissertação têm a obrigação de ler qualquer texto nessas línguas."

... no entanto, por altura da redacção da minha dissertação, obtive a informação que, dado que a dissertação ía ser submetida em Portugal, que deveria traduzir, no corpo do texto, todo o material para português.

Será que existe a obrigatoriedade de o fazer (i.e. documento normativo nacional, documento normativo de cada universidade, etc.) ou trata-se apenas de convicções de acordo com a experiência de cada um (i.e local onde submeteu a sua tese, provas de júri de que fez parte em determinadas Universidades, etc.)?...

Qual a vossa experiência/opção?...